Resumo

Introdução: A Microeletrólise Percutânea (MEP®) consiste na aplicação da corrente galvânica de baixa intensidade com uma agulha de acupuntura. Objetivo: Analisar os efeitos da MEP® no tecido muscular. Método: Trata-se de um estudo experimental, com 25 ratos Wistar, divididos nos grupos: G1 (grupo controle), G2 (MEP® desligada, sacrifício imediato), G3 (MEP® desligada, sacrifício 24 horas), G4 (MEP® ligada, sacrifício imediato), G5 (MEP® ligada, sacrifício 24 horas). Realizaram-se três aplicações de um minuto, com agulha 0,22×13 mm e 300 uA, no gastrocnêmico. Resultados: O G2 mostrou congestão vascular e hemorragia, decorrente do efeito secundário da agulha. No G3, ocorreu uma pequena inflamação no local em que a agulha foi inserida. No G4, observou-se uma inflamação controlada com presença de neutrófilos, linfócitos, mastócitos e macrófagos. E no G5, ocorreu necrose de liquefação nas células musculares, com presença de macrófagos. Conclusão: A MEP® estimula a inflamação e provoca necroses por meio de liquefação.